Medicina e espiritualidade

Ciencia e Religiosidade de mãos dadas ?



Espiritualidade e medicina têm uma longa história.

Durante grande parte dessa história para muitas pessoas e culturas hoje em dia, a ruptura entre medicina e espiritualidade que caracteriza a medicina ocidental às margens do século XXI é uma clara anomalia.

Espiritualidade é definida pelo relacionamento de uma pessoa com o transcendente.

Somente os seres humanos são capazes de tais relacionamentos.

O transcendente pode ser experimentado na e pela prática da medicina, que envolve essencialmente relações pessoais com os pacientes e sempre levanta questões transcendentes para pacientes e profissionais.


Nós médicos que desejamos aprofundar nossa própria vida espiritual podemos fazê-lo intensificando nosso compromisso pessoal com nossas próprias crenças e práticas espirituais e conversando entre si sobre problemas espirituais que surgem na prática médica.Isso nos preparará melhor para atender às necessidades espirituais de nossos pacientes


Alguns pessoas simplesmente vêem a religiosidade como uma forma de controle social, algo maior que vigia o comportamento humano. Outra maneira de entender isso é acreditar que a evolução da espécie humana favoreceu a experiência religiosa como um mecanismo que ajuda a manter as comunidades unidas e também promove uma melhor auto-regulação mental.

Quando um objetivo é considerado sagrado, é mais provável que o indivíduo se esforce para alcançá-lo. Além disso, o sagrado desafia a mente humana a pensar sobre a vida e a morte, e em tempos mais distantes isso tem sido fundamental para a compreensão dos sonhos e fenômenos da natureza.


A religiosidade tem um espaço no cérebro?



Autores como Daniel Goleman ou Howard Gardner têm um conceito sobre o espiritual que vai além do religioso e até do cognitivo. Falam sobre a necessidade de obter um conhecimento mais profundo e sensível de nossa realidade, no qual nos vemos como parte do todo, no qual podemos alcançar um nível mais alto de bem-estar e longe do ego, com a fixação pelo material.

A humanidade sempre tentou superar o cotidiano e o comum.


A neurociência demonstrou que as experiências religiosas estimulam os circuitos cerebrais do neurotransmissor dopamina, os mesmos circuitos considerados disfuncionais nos distúrbios neuropsiquiátricos nos quais a hiper-religião faz parte do quadro clínico, como é o caso da epilepsia do lobo temporal, esquizofrenia e mania e transtorno obsessivo.


Os cientistas da Universidade de Yale identificaram um potencial lugar neurobiológico para experiências espirituais - a sensação de estar conectado a algo maior que você.

As atividades no córtex parietal, uma área do cérebro envolvida no autoconhecimento e no processamento da atenção, parecem ser um elemento comum entre as pessoas que tiveram uma variedade de experiências espirituais.


"As experiências espirituais são condições robustas que podem ter efeitos profundos na vida das pessoas"

Marc Potenza, professor de psiquiatria e neurociências

Yale Center for Children's Studies.


Compreender a base neural das experiências espirituais pode nos ajudar a entender melhor seu papel na resiliência e restaurar a saúde mental e os transtornos de dependência.

Em 2019 a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) publicou suas Diretrizes Brasileiras sobre Espiritualidade e Fatores Psicossociais. O documento,vem como um anexo das diretrizes de prevenção e é extremamente interessante.


O conceito defendido pela SBC é: “Espiritualidade é um conjunto de valores morais, mentais e emocionais que norteiam pensamentos, comportament

os e atitudes nas circunstâncias da vida de relacionamento inter e intr

apessoal”.


Com isso, a religião é uma forma de espiritualidade, mas pessoas agnósticas e ateus também podem expressar, através de crenças, valores e atitudes. A espiritualidade está associada com compaixão, sentimentos positivos e qualidade de vida:


Perdão; Gratidão; Relaxamento e meditação; Resiliência.


Desde o principio de minha jornada estudantil medica, vinha me questionando sobre onde obter uma leitura ampliada e “mais” completa sobre a real NATUREZA HUMANA. Aonde poderia casar o discurso tradicional ocidental cartesiano com princípios energéticos, que a própria física moderna nos viria a elucidar.

Elementos que possibilitariam uma melhor atuação e resultados mantidos – a cura de processos mórbidos vividos.

E descobri na Antroposofia um caminho ampliado para reconhecer esse SER HUMANO completo.Complementando com a leitura do novo paradigma da FISICA moderna – a QUÂNTICA o entendimento veio casar com uma luva.


"A Antroposofia é um caminho de conhecimento que deseja levar o espiritual da entidade humana para o espiritual do universo. Ela aparece no ser humano como uma necessidade do coração e do sentimento, e deve encontrar sua justificativa no fato de poder proporcionar a satisfação dessa necessidade. A Antroposofia só pode ser reconhecida por uma pessoa que nela encontra aquilo que, a partir de sua sensibilidade, deve buscar. Portanto, somente podem ser antropósofos pessoas que sentem como uma necessidade de vida certas perguntas sobre a essência do ser humano e do universo, assim como se sente fome e sede."

Rudolf Steiner, Anthroposophische Leitsätze, Dornach, 17/2/1924 (GA 26)


Uma inteligência espiritual


É interessante que, dentro da hipótese de múltiplas inteligências estabelecidas por Howard Gardner, professor da Universidade de Harvard, em 1983, uma "nona inteligência" já tenha sido adicionada, a chamada inteligência "existencial", que está intimamente relacionada ao conceito de espiritual e que seria definido pelos seguintes princípios:


· A capacidade de pensar em tópicos abstratos.

· Ser capaz de refletir sobre si mesmo (meta-reflexão).

· Veja o mundo de uma perspectiva diferente.

· Tenha uma idéia do universo e nossa posição nele.


Hoje, as principais escolas médicas americanas dedicam uma disciplina exclusiva ao assunto. E na década passada, vários estudos mostraram que os benefícios de saúde da crença são cientificamente fundamentados.


Os seguidores vivem mais e são mais felizes que a população média.


Depois de diagnosticar uma doença, eles têm menos estresse e menos inflamação.


"O paciente fiel tem mais recursos internos para lidar com a doença"


INFORMACAO ... o  MELHOR REMÉDIO !

Siga 👉 @drjuarezfurtado




🎥 youtube.com/drjuarezfurtado

#medicinaintegrativa #medicinaintegral #antroposofia #medicinaquantica #homeopatia #pediatriaintegrativa #homeopatia #quantica #saúde #pediatria #MedicinaAntroposofica #medicinadefamilia #medicodefamilia


Gostou?

📝Deixe seu comentário.

👥Marque 3 pessoas importantes na sua vida ❤

📤 Compartilhe www.juarezfurtado.com


Dr Juarez Furtado

0 visualização

RESPONSÁVEL TÉCNICO:       dr. Juarez Furtado 

CRM6573  - RQE 3454  - RQE  14313

ENDEREÇO

AV.  Cel Marcos Konder 1207 sl.69

CENTRO - ITAJAI -  SC - 88301303

CONTATO

Telefone     47 3349.2960

Whatsapp   47 99118.2661

© 2014 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS   SAUDE EM DIA S/S